Terceira Edição de Bruxelas com Sarrabulho à moda de Ponte de Lima

Paixão pela boa cozinha!

De Ponte de Lima para Bruxelas, pela terceira vez! A exportação que se justifica, do que somos e temos de melhor, por via da gastronomia, paixão maior pela boa cozinha limiana. Do belo rincão limiano vieram os produtos, os vinhos e até as cozinheiras; Fátima Amorim em representação do Restaurante com o seu nome e Goretti Bezerra, do Sonho do Capitão, ambas estabelecidas na freguesia da Correlhã, proximidade da típica vila Alto Minhota.

De Viseu, veio também o Fado na voz inconfundível da Carla Linhares, e seus guitarristas. Que proporcionaram expressivos momentos que só a alma lusa sabe interpretar! Houve ainda a música para um bom pé de dança com o grupo belga Cowboys, agradável e talentosa banda que começa a sua expansão com naturalidade.

No local devidamente assinalado e convenientemente preparado, fazia-se o acolhimento aos cerca de 130 convivas; a noite fria prometia ser agradável e foi! Também viria a ser de sucesso.

Essencialmente pelo requintado repasto confeccionado e servido a preceito. Na cozinha, estava o segredo, a competência e paixão pela qualidade da comida; as duas cozinheiras, sempre bem dispostas, fazem questão que assim seja. Em Bruxelas, mas também onde todos os dias se dedicam à arte de bem cozinhar, mantendo distinta qualidade nos seus restaurantes respectivos; duas afamadas casas que merecem ser visitadas em qualquer altura do ano. Das nossas incansáveis cozinheiras, sobressai ainda a boa disposição, mesmo em momentos e circunstâncias adversas; como forma de fazer vingar o que fazem, usam a experiência, o empenho e a dedicação, ingredientes indispensáveis para o sucesso de cada evento que organizam.

  Fátima Amorim, simbolizando o que de melhor tem a gastronomia minhota

Com excelente organização a cargo do Restaurante Café-Portugal na pessoa do seu gerente Albano Figueiredo, que ponderou também os detalhes de mais uma grande noite cultural/gastronómica.   

Nos parabéns por esta iniciativa, juntam-se os agradecimentos a todos quantos se envolveram, sob diferentes formas, na realização e no sucesso de tão prestigiante evento; do maior acto de responsabilidade, à mais simples tarefa. O bom ambiente, fruto da boa organização permite pensar na repetição desta promissora experiência.

Estiveram no suporte deste jantar e festa as seguintes entidades comerciais: Restaurante Café-Portugal - Bruxelas; Fátima Amorim e Sonho do Capitão - Ponte de Lima; Pastelaria Garcia - Bruxelas; Casa da Cuca - Moreira do Lima; Panilima - Ponte de Lima; Adega Cooperativa; Quinta do Ameal; Vinhas do Cruzeiro; Quinta das Fontes; Minho Fumeiro.

Em nome da organização, fica aqui expresso o abraço amigo, com o sentimento da boa colaboração e amizade. Bem-haja.

  Fátima Amorim levou os sabores do Alto Minho a Bruxelas                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                            

Autor:

António Luís Fernandes
António Luís Fernandes
Fevereiro 9, 2018

Partilhar