“Situações de saturação da rede móvel durante as Festas Concelhias” de Arcos de Valdevez

No decorrer das Festas de Nossa Senhora da Lapa, verificaram-se “situações de saturação da rede de telemóvel”, mas as dificuldades de comunicação foram especialmente sentidas “no fim de semana de 12 e 13 de agosto”, queixa-se a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez.

“Para acautelar estas situações de suposta saturação de rede”, foram feitos “vários contactos” nos quais a edilidade arcuense apresentou “descontentamento à Administração da Altice-PT”.

“No caso específico do incêndio que lavrou em Cabreiro (no lugar de S. Sebastião), as falhas ocorridas no sistema podiam ter posto em causa a nossa comunicação”, denuncia João Manuel Esteves.

Como tem acontecido noutros pontos de Portugal, devido à reduzida eficácia das comunicações em situações de maior tráfego ou em operações de combate a incêndios, também no caso de Arcos de Valdevez foi preciso insistir até conseguir comunicar, embora, no dizer dos técnicos, “o sistema devesse estar preparado para responder ao maior volume de comunicações durante o socorro”.

A sobrecarga da rede móvel e a falta de cobertura da rede em “zonas sombra” têm sido suscitadas, há muito tempo, pela edilidade arcuense, justamente para obviar a estas anomalias. Recentemente, entraram em funcionamento quatro das seis antenas de reforço da cobertura da rede móvel na área do Parque Nacional da Peneda-Gerês.

Entretanto, a operadora Altice-PT comprometeu-se a encetar diligências no terreno para “apurar e avaliar o que se passou”, remata o edil de Arcos de Valdevez.