Inauguração da exposição" Vida de um povo nobre do rio Minho" do pintor PUSKAS

O pintor Monçanense Puskas, em colaboração com a Eurocidade Monção Salvaterra do Minho tem a sua exposição: "Vida de um povo nobre do rio Minho",  na galeria do Museu do Alvarinho, em Monção e posteriormente na Galeria do Castelo de Dona Urraca em Salvaterra do Minho. 

As exposições estarão patentes ao público, de 4 a 31 de agosto.

Monção

Este conhecido e reputado pintor da vila  de Monção, o qual já transportou várias vezes para as suas obras imagens e feitos desta terra, hoje na sua nova obra, não poderia deixar de retratar uma realidade secular existente entre estas duas vilas raianas.

Monção

Puskas, nestas obras, leva-nos a recordar, a conhecer e saber que o rio Minho, Monção e Salvaterra, desde sempre foram um elo de união, dando lugar noutros tempos a versos, lendas, guerras e acordos de paz, recheando assim o passado e o presente, destas duas vilas raianas.

Monção e Salvaterra do Miño, tornaram se numa cidade só, como se de dois bairros se tratasse, e a Ponte Internacional, tornou-se numa rua, que o pintor cruza com a sua arte de um lado para outro.

Monção

Mas nada melhor, do que ver esta obra nas duas casas culturas e deixar-se embarcar através da arte, pela história, de um nobre  povo raiano.