Eurodeputados debatem ‘A Economia do Mar’ na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico de Viana do Castelo

O Mar e a sua Economia vão estar em debate assim como a Política Marítima Europeia num seminário promovido pelo Centro Europe Direct de Ponte de Lima e pelo Gabinete do Parlamento Europeu em parceria com a Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo. O Seminário terá lugar no Auditório Francisco Sampaio, sexta-feira dia 10, pelas 15 horas.

 

"Os mares e os oceanos são importantes motores da economia europeia. A União Europeia tem o maior número de portos comerciais (1.200) e a maior frota mercante do mundo - 90 % do comércio com países terceiros e 40 % do comércio interno da UE são efetuados por mar. Este setor representa cerca de 5,4 milhões de postos de trabalho e gera um valor acrescentado bruto de cerca de 500 mil milhões de euros por ano.", adianta o Centro Europe Direct de Ponte de Lima para contextualizar o seminário sobre a temática do Mar.

 

É assim que a Comissão Europeia apresenta a, apropriadamente designada, Economia Azul. Para potenciar esta economia, foi desenvolvida a estratégia «Crescimento Azul?» com o objetivo de proporcionar mais crescimento e emprego, focada em cinco setores marítimos-chave: energia, aquacultura, turismo marítimo, recursos minerais marinhos e biotecnologia.

 

Viana do Castelo constitui-se assim como um lugar perfeito, um autêntico centro de mar, para um seminário dedicado à Economia do Mar, realização em parceria do Centro Europe Direct de Ponte de Lima, do Gabinete do Parlamento Europeu (GPE) em Portugal e da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo.

 Programa

Este seminário procura contemplar duas dimensões. Por um lado, a problemática europeia, a escala da estratégia e dos instrumentos, através da apresentação das possíveis convergências entre a Política Marítima Integrada da União Europeia e a Política de Coesão e das visões e opiniões políticas dos eurodeputados que acompanham em Estrasburgo estas matérias. Por outro, as preocupações e realizações nacionais por via da Associação Nacional da Economia do Mar - Fórum Oceano e a escala local, onde as coisas acontecem, com a participação da Comunidade Intermunicipal do Minho-Lima e da Confederação Empresarial do Alto Minho.

Uma economia local ligada ao mar (indústria naval, náutica desportiva e de recreio, porto de mar) capaz de aproveitar as oportunidades de uma política europeia em evolução.

 

Do programa constam dois painéis sendo o primeiro direcionado à temática: “A Política Marítima Europeia (e a sua relação com a Política de Coesão)”. Carlos Ribeiro Medeiros, Doutorando em Geografia e Planeamento Territorial fará a intervenção de abertura deste painel que irá contar com as intervenções dos Eurodeputados, Ricardo Serrão Santos, Cláudia Monteiro de Aguiar, João Ferreira e António Marinho e Pinto. O debate terá a moderação de Jorge Alves do Jornal da Economia do mar.

 

Num segundo painel a “Realidade Nacional e Local da Economia do Mar” vai ser o tema em debate. A moderação será de Manuela Vaz Velho docente da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPVC e terá as intervenções de Rui Azevedo, Diretor Executivo da Fórum Oceano que abordará a Economia do Mar: uma perspetiva Nacional; Júlio Pereira, CIM –Alto Minho que falará sobre “O papel dos GAC e dos GAL e também do Centro de Mar no desenvolvimento regional”; e de Luís Ceia, Presidente da CEVAL e da AEVC que irá trazer a debate “As oportunidades empresariais da economia do mar”.

 

No final haverá tempo para debate.