Empresas de Paredes de Coura distinguidas pela Excelência

Paredes de Coura acaba de ver distinguidas duas das mais dinâmicas empresas nacionais que laboram no seu concelho. É o caso da Doureca – distinguida com o primeiro lugar PME Excelência 2016 – e da Kyaia, dirigida pelo empresário Fortunato Frederico, que recebeu o Prémio Excelência na Liderança.

A Doureca, que dá emprego a cerca de 150 trabalhadores, produzindo soluções decorativas de impressão e cromagem para o setor automóvel, lidera o ‘ranking’ de 1500 PME, batendo a concorrência em tão diferentes indicadores analisados pela Iberinform, como crescimento, exportação, emprego, produtividade, investimento, inovação, rendibilidade e risco.

Já Frederico Fortunato viu-lhe ser reconhecido o papel que o grupo Kyaia, com mais de 400 colaboradores na sua unidade de Paredes de Coura, teve no desenvolvimento do setor do calçado e cotando-se como um dos mais pujantes e inovadores atores num mercado global tão competitivo. Recorde-se que o projeto de I&D HSSF - High Speed Shoe Factory, um exemplo da Industria 4.0 que mereceu os maiores elogios por Günther Oettinger, Comissário Europeu responsável pela pasta da Economia e Sociedade Digitais, foi implementado na unidade industrial de Paredes de Coura, num programa que envolveu o INESC TEC- Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência e a FEUP - Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, entre outras entidades.

Doureca

Duas distinções que deixam orgulhosos os courenses e que também premeia a atitude colaborante e pró-ativa desta gestão autárquica: “Somos gente simples que compreende o tempo da globalização e o tempo dos empresários. Somos por isso diligentes e temos velocidade institucional. Nos processos de implantação empresarial falamos verdade e acompanhamos os empresários pelo labirinto da burocracia governamental, que felizmente tem vindo a diminuir. Agilidade, sedução e amor são regras fundamentais na captação de investimento e na consolidação dos existentes”, explicou o presidente da Câmara, Vitor Paulo Pereira, recordando o bom acolhimento que tem tido por este governo.

“O nosso governo esteve sempre atento ao nosso trabalho, ao nosso desempenho. O senhor Primeiro Ministro e os senhores Ministros Pedro Marques e Manuel Caldeira vieram ver o trabalho que nós conjuntamente com os empresários estávamos a fazer nos parques industriais e ficaram verdadeiramente impressionados. E, neste contexto, não temos duvidas que o nosso sucesso na captação de investimento foi um dos argumentos que mais pressionou quem tinha de decidir”, recorda Vitor Paulo Pereira, a propósito da ambicionada ligação à A3.

“A abertura das fábricas, a criação de emprego e o aumento das exportações tiveram uma influência decisiva na inclusão de Paredes de Coura no Programa de Valorização das Áreas Empresariais, ao lado das grandes localidades industriais do nosso país. Notável, meus queridos amigos. Paredes de Coura entre os melhores”, sublinha o edil courense, recordando que nas exportações tiveram “o maior crescimento registado nos 85 concelhos do Norte. Nestes 4 anos criámos mais de 500 postos de trabalho. E isto só é possível com muito amor e com muita vontade de lutar por Paredes de Coura”, concluiu.