Dora Brandão atendeu à composição da Câmara de Arcos de Valdevez para declinar pelouro da Justiça

A vereadora Dora Brandão rejeitou o pelouro da Justiça proposto pela presidência da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez. A decisão da eleita atendeu à composição do órgão onde o PSD está representado por seis dos sete mandatos atribuídos.

“Tendo em conta esta factualidade atual, não poderia o PS ter assumido outra posição que não a de declinar o convite para assumir o pelouro da Justiça que lhe foi proposto. O desenvolvimento de qualquer pelouro insere-se num projeto liderado pelo presidente da Câmara e como tal sem grande autonomia quanto a linhas de orientação e a condições de desempenho”, assim justifica Dora Brandão a sua orientação.

“Assumo, assim, este mandato com um sentido de acompanhamento de execução do projeto da maioria, votando contra, favoravelmente ou abstendo-se, consoante o mérito com que cada uma se me apresentar. Pugnarei pela materialização do Estatuto do Direito de Oposição, na medida em que se destina a dar voz àqueles que pensam diferente da maioria”, sublinha a vereadora socialista.