Crianças do IPO recebidas em Ponte da Barca num "Natal com sabor a família, esperança e VIDA"

Assim foi a ceia de natal do serviço de pediatria do IPO do Porto em Entre Ambos-os-Rios.

Todos os anos o serviço de pediatria do IPO do Porto, com apoio da Liga Portuguesa contra o Cancro, reúne esforços para dar às crianças em situação de doença uma ceia de Natal diferente, fora do contexto hospitalar. E este ano não foi exceção. O local escolhido: as casas de turismo do empresário Júlio Calçada na região de São Miguel de Entre Ambos-os-Rios, em Ponte da Barca.

 

As quatro casas de turismo do empresário abriram as portas a 30 crianças e 10 responsáveis entre médicos, enfermeiras e docentes, que vieram para festejar o Natal numa ceia que juntou aqueles que durante todo o ano vivem juntos numa luta que os faz tornar-se uma verdadeira família. E esse é o sentir desta Ceia de Natal: pessoas que partilham as mesmas vivências, mas que celebram a vida, apesar dos pesares. 

Filomena Maia, docente do serviço de pediatria do IPO e organizadora do evento explica. "Para nós é uma alegria poder festejar estas datas fora do hospital.  Trazemos as crianças connosco e assim os pais ficam, durante o fim-de-semana, com algum tempo de partilha entre casal, que também é importante”. Estre grupo de crianças e jovens, vivem as diversas realidades que o cancro tem: aquelas que estão atualmente em tratamento, aquelas que estão em manutenção e aquelas que já estão livres da doença, mas em observação durante os próximos cinco anos.

Crianças do IPO do Porto  passam ceia de Natal em Ponte da Barca

Crianças do IPO do Porto  passam ceia de Natal em Ponte da Barca

Como comenta Maia, “cada uma destas crianças está a viver uma realidade diferente, mas todos se compreendem e entreajudam. Nós aprendemos deles, da força que têm. Vivem cada experiência intensamente, e para eles a ceia de Natal é o ponto alto do ano! Adoram esta tradição”.

O salão onde se realizou o jantar foi todo ele decorado pelas próprias crianças as quais durante o dia foram buscar musgo, folhas e azevinhos para elaborar as diferentes peças de decoração que engalanavam o espaço…presépios feitos de cortiça e guardados dentro de caixas de vinho, coroas de Natal perfeitamente redondas e cheias de cor, arranjos florais encima das mesas; todos eles elementos cheios de luz, uma luz sem igual…a luz que emana das coisas quando são feitas com ilusão, amor e esforço. “Para nós cada feito conseguido é uma batalha ganha. Vivemos cada dia intensamente. Deixam de importar as coisas fúteis e vemos o mundo com mais compaixão, com mais amor”, afirma Rita, uma jovem de 21 anos, membro do grupo dos veteranos voluntários do serviço de pediatria do IPO.

O grupo de veteranos voluntários é conformado por uma série de jovens que atualmente encontram-se livres da doença, mas que no passado, em idade pediátrica, também lutaram contra a doença e viveram no serviço de pediatria do IPO e hoje em dia, trabalham como voluntários dando apoio não só as crianças, mas também aos pais delas.

Crianças do IPO do Porto  passam ceia de Natal em Ponte da Barca

 Crianças do IPO do Porto  passam ceia de Natal em Ponte da Barca

Júlio Calçada, empresário na área do turismo em conversa com o MD confidenciou que “para o ano, se eles quiserem voltar os receberei com todo o gosto. Foram muito simpáticos e carinhosos. Convidaram-me para jantar com eles e no fim deram-me um presépio feito pelas mãos das crianças”, conta.

A estadia do grupo do IPO neste complexo de casas de turismo sediadas no coração do Parque Nacional Peneda-Gerês, na aldeia de Entre Ambos-os-Rios, foi oferecida pelo empresário assim como o jantar e o almoço de Natal, foi elaborado pelo restaurante O Lobo -também da localidade- e as doçarias típicas do natal foram oferecidas pelo supermercado Spar, de Ponte da Barca, assim como por residentes e demais pessoas que quiseram colaborar com uma causa tão nobre.