Consultório de Saúde

O que se deve fazer como prevenção do cancro da próstata?

(Pergunta enviada via e-mail por Arnaldo Oliveira, Ponte da Barca)

Se tem mais de 50 anos deve realizar  anualmente  o rastreio  cancro da próstata, recorrer ao seu médico assistente que lhe vai realizar um  toque rectal e antígeno prostático específico (PSA).

O  cancro da próstata é o segundo tipo de cancro mais frequente no homem. Anualmente são  diagnosticados 4.000 casos com uma mortalidade de 33 casos por 100.000 habitantes , com taxas mais elevadas em países desenvolvidos.

A evolução é  lenta e raramente causa sintomas.  Só num estado  avançado pode existir  hematúria e sintomas de obstrução  vesical , esforço para urinar, jato urinário fraco e intermitente e/ou sensação de esvaziamento da bexiga incompleto . O diagnóstico é realizado com um  toque rectal e antígeno prostático específico (PSA),  realizado anualmente em homens com mais de 50 anos de idade. Na avaliação do PSA ou  toque rectal, se existirem alterações  é para realizar uma avaliação por meio de biopsia transretal. Para o tratamento de um cancro  localizado na próstata,  faz-se cirurgia ou radioterapia;  se localizado fora da próstata, o tratamento paliativo hormonal, radioterapia ou quimioterapia.

O tratamento é orientado por PSA, grau e extensão do tumor, idade do paciente, doenças coexistentes .