É lamentável ,que neste

Concluída a ciclovia de St. Isidoro-Moledo, fizemos um interessante circuito, começando em St. Isidoro, pela “ecovia(!) do sargaceiro e voltando pela ciclovia, substituída que passa no topo Sul de Moledo”.

No início deste percurso percebemos qual é a sensibilidade dos responsáveis destes projectos, pois ao vermos como eles fizeram a renaturalização de um espaço natural, compreendemos qual é a preocupação de proteger áreas naturais.  Para isso gastaram um milhão e tal de euros, para destruir todo o coberto vegetal de parte da rede Natura2000 e, nesse espaço, colocaram um pavimento utilizado nas ciclovias, demonstrando como se fazem:

- Renaturalizações de uma área natural(!) e

- Homenageiam os sargaceiros(!)

Nesse percurso fomo-nos apercebendo que havia uma série de entradas para propriedades, a maioria agrícolas, em que os moradores agora só lá chegarão com veículos motorizados se utilizarem a ciclovia. Não há outra hipótese! Agora a ciclovia talvez se vá denominar de “agro-via”.

Questionamo-nos porque é que ainda ninguém se manifestou sobre o assunto, a não ser que agora o Estado já tomasse posse de todo o litoral para o destruir, enchendo-o com umas obrinhas, para gastar o dinheiro enviado da Comunidade e para nos porem a andar de bicicleta.

Perante tanto disparate perguntamo-nos o que se irá passar a seguir?!

1

Conforme se verifica na sinalização, mesmo o acesso à construção circular está condicionado.

Esta paisagem embora apresente um cenário agradável, é muito monótona.

Quando regressamos a Vila Praia de Âncora resolvemos vir pela ciclovia que foi duplicada e que se trata de um percurso mais diversificado passando por zona urbana, e vários segmentos de cenários naturais onde nos apercebemos de uma certa pressão existente de expansão da zona urbana em detrimento da Reserva Ecológica.

                                                                                                           

   

                

   

        

   

     

 

 

 

 

 

Conforme se verifica na sinalização, mesmo o acesso à construção circular, está condicionado.

 

Esta paisagem embora apresente um cenário agradável, é muito monótona.

Quando regressamos a Vila Praia de Âncora resolvemos vir pela ciclovia que foi duplicada e que se trata de um percurso mais diversificado passando por zona urbana, e vários segmentos de cenários naturais onde nos apercebemos de uma certa pressão existente de expansão da zona urbana em detrimento da Reserva Ecológica.