Originalidad y corazón

Momento de reencontro, de partilha de memórias e de minimização da saudade. Mais um ano, e cerca de 300 cerveirenses a viver em Lisboa reuniram-se, este domingo, num almoço-convívio, integrado na comemoração do VII Aniversário da Casa Cerveirense. Representantes do Executivo e da Assembleia Municipal presenciaram o orgulho da alma cerveirense na capital.

 

Anualmente, o primeiro domingo do mês de novembro é dedicado à preservação e valorização da identidade cerveirense daqueles que, por razões várias, estão a viver fora do concelho, mas são do concelho. Este ano não foi exceção, o almoço-convívio voltou a reunir mais de três centenas de cerveirenses a residir em Lisboa, onde Cerveira, ‘Vila das Artes’, foi o centro das atenções.

Sempre com sala cheia, os aniversários da Casa Cerveirense desempenham um papel muito importante no encurtar de distâncias e da saudade, proporcionando reencontros entre familiares e amigos, a troca de animadas conversas, a partilha de histórias e de memórias de outros tempos.

O Município cerveirense fez-se representar pela Vereadora Aurora Viães e o Presidente da Assembleia Municipal Vitor Nélson, que tiveram oportunidade de confraternizar com os presentes e retribuir a amizade e o carinho. “As casas concelhias são fundamentais para ajudar os municípios a manter o contacto com as suas gentes. A forte ligação à terra natal e às raízes é fundamental para o crescimento sustentado dos concelhos, e Vila Nova de Cerveira agradece o empenho e vivacidade destas suas gentes que não esquecem as suas origens”, disse Aurora Viães.

2

Para além da boa gastronomia, o ambiente foi de animação tipicamente alto-minhota, com tocadores de concertina e atuação do Rancho Folclórico da Casa do Minho. Houve igualmente espaço para uma troca simbólica de lembranças, o corte do bolo de aniversário com o entoar de parabéns e ainda um sorteio de rifas cuja receita angariada reverte a favor dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Cerveira.

A Casa Cerveirense em Lisboa, atualmente dirigida por Rosa Paula Brito e tendo como presidente da Mesa da Assembleia Beatriz Gameiro, tem por fim o convívio e a solidariedade social entre os cerveirenses em geral e os seus sócios em particular. Foi fundada por cerveirenses residentes em Lisboa e no concelho, com o intuito de fomentar o associativismo e o convívio, inclusive entre as gerações mais novas, preservando a cultura e os valores da comunidade cerveirense.