Cantinas IPVC com pratos vegetarianos

Para assinalar Dia Mundial da Alimentação que se celebrou a 16 de outubro, os Serviços de Acção Social do IPVC têm uma nova opção alimentar.

As cantinas do Instituto Politécnico de Viana do Castelo [IPVC], desde o dia 17 , passam a ter mais uma opção saudável, o prato vegetariano, para que a comunidade académica possa variar o “cardápio” alimentar.  Trata-se de mais uma opção disponibilizada não só para os vegetarianos, mas também para todos quantos pretendam diversificar o seu regime alimentar optando por novos sabores, nutricionalmente equilibrados e criativos.

 Comida vegetariana

O responsável pelos Serviços de Acção Social [SAS-IPVC], Diogo Moreira, garante que a qualidade da alimentação e a excelência dos serviços prestados nesta área são prioridades para os Serviços de Acção Social referindo, a título de exemplo neste caso, que antes da introdução da nova opção alimentar foi feita uma formação aos colaboradores. “A formação é uma das estratégias fundamentais para a prestação de um serviço de excelência pelos SAS-Alimentação”, sustenta revelando que a formação incidiu sobre a qualidade dos alimentos e a sua confeção de uma forma saudável. “Abordou-se teoricamente os princípios básicos da alimentação vegetariana e, na componente prática, experimentou-se a confeção de pratos de cozinha mais natural, com a substituição da proteína animal por fontes vegetais e o uso de produtos minimamente processados, baseada em padrões alimentares tradicionais”.

 

O responsável revelou que “os colaboradores exploraram, ainda, como temperar e cozinhar seitan, tofu e soja, assim como confecionar pratos equilibrados com leguminosas e variados hortícolas. Também se procurou enriquecer as preparações com o uso de cereais integrais, aumentando a proporção de fibra e outros nutrientes importantes numa dieta ajustada e salutar”. No final, certificou que, “as provas de sabor mostraram positivamente a relevância deste compromisso formativo e os benefícios na saúde e paladar de todos os utilizadores dos SAS-Alimentação do IPVC”.

 Comida vegetariana

Diogo Moreira reforça a importância da existência desta nova opção nas cantinas do IPVC com evidências científicas. “Nas últimas décadas, tem aumentado a evidência científica a favor do aumento da presença de produtos de origem vegetal na alimentação humana. As populações com consumos elevados ou exclusivos de produtos de origem vegetal parecem ter menor probabilidade de contraírem doenças crónicas, como doença cardiovascular, certos tipos de cancro, diabetes e obesidade”. Este responsável realça a importância de serem as instituições dar o exemplo e “com o aumento do número de pessoas que optam por uma alimentação rica em produtos de origem vegetal, os SAS-Alimentação do IPVC preparam-se, assim, para responder com excelência às novas exigências dos seus consumidores e começar o novo ano com saborosas e saudáveis alternativas”.

 Comida vegetariana

Qualidade garantida

 

Todos os procedimentos, quer na confeção dos alimentos, quer na sua distribuição, estão sujeitos a um exigente controlo de qualidade e segurança alimentar que garantem as boas condições dos mesmos, assim como a prestação de um bom atendimento. Os serviços de alimentação dos SAS-IPVC estão certificados segundo a norma ISO 9001.

Os SAS-IPVC têm ainda ao dispor de toda a comunidade o Serviço de Nutrição no Gabinete de Saúde do Politécnico de Viana.

 Comida vegetariana