Cadernos Vianenses: Novo meio século iniciado

Respeitante ao ano de 2017, aí está o tomo 51 desta cinquentenária publicação. Foi apresentado no passado dia 27 de Dezembro, 18,00 horas, na Sala Couto Viana da Biblioteca Municipal. A apresentação esteve a cargo de Rui Faria Viana, Director da Biblioteca Municipal e contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal.

Presente estava ainda boa parte daqueles que são habituais colaboradores desta colectânea de artigos que nos falam dos variados factos que fizeram e vão fazendo a vida e a história de Viana do Castelo.

De forma bem estruturada, com pequenos mas objectivos resumos dos diversos escritos e seus autores, Rui Faria Viana deu a conhecer os conteúdos que compõem mais este tomo dos Cadernos Vianenses, cujo seu primeiro número foi dado à estampa em finais do ano de 1978. Também o Presidente do Município se congratulou com mais esta edição, não se esquecendo de agradecer aos que cedem boa parte do seu tempo para preparar a informação que, aqui divulgada, constitui boa fonte de consulta para todos aqueles que querem conhecer melhor os caminhos que Viana trilhou e os feitos em que os vianenses se deixaram envolver ao longo do tempo.

Apresentação de Cardernos Vianenses

Apresentação de Cardernos Vianenses

Com capa da autoria do artista Rui Pinto e design gráfico de Rui Carvalho, deste volume constam os seguintes trabalhos: "Apresentação" - por José Maria Costa; "Manuel de Aguiar Barreiros e as Igrejas Românicas de Viana do Castelo" - por António Matos Reis; "O génio de Camilo Castelo Branco (1825-1890) e a sua atribulada relação com os médicos do seu tempo" - por Porfírio Pereira da Silva; "Viana em Camilo: «A Bruxa de Córdova» (1867) - por David F. Rodrigues; "A representação gráfica das mordomas/lavradeiras na época modernista nos cartazes da Romaria" - por Marlene Azevedo e Ana Filomena Curralo; "O projecto de Guerra Junqueiro para a bandeira da república" - por António Pimenta de Castro; "A linha do Vale do Lima: mais de meio século de controvérsias" - por Gonçalo Fagundes Meira; "As viagens comerciais do navio «Gil Eannes» de 1979 a 1983" - por Rui A. Faria Viana; "O processo da Via Sacra de Areosa: 1729-1738" - por António Rodrigues França Amaral; "Pilotos de Viana do Castelo" - por Carlos Alberto Encarnação Gomes; "O Cardeal Saraiva em Carvoeiro" - por Domingos da Calçada; "Talha religiosa de Viana do Castelo: panorama estético IV" - por Francisco José Carneiro Fernandes; "Cinquenta capas e o mesmo autor: arte aplicada e criatividade de Rui Pinto (2ª parte) - por José da Cruz Lopes; e "Arrolamento dos bens das igrejas" - por António Maranhão Peixoto.

Apresentação de Cardernos Vianenses