B E M D I S P O S T O S ?

Joaquim Letria

Joaquim Letria

“Bem dispostos!??”  “Está tudo bem disposto”?!

Não fora eu um promissor cronista e não me dirigiria ao respeitável público do Minho Digital nestes termos vibrantes e animados. Perguntar-vos-ia antes, à antiga portuguesa:

“Olá, como têm passado?”. “Está tudo bem convosco?”. “ Então essa saúde como vai?”. “Permitam-me que vos diga que estão com um óptimo aspecto!”. “Viva essa bizarria!” ”Em sua casa, tudo bem?”, “A sua esposa e meninos estão bem, não é verdade!?” e terminaria  com um  popular e judicioso:

”O que é preciso é saúde!” “Com saúde, é meio caminho andado!”, rematando com a brilhante e enganosa conclusão de que “Se a gente está bem, o resto vem por acréscimo!”.

Mas não senhor! Como também sou um rapaz moderno, deixem-me que vos pergunte antes “Bem dispostos?” É assim que se me dirigem hoje em dia, seja a menina do “call center” que quer que eu mude de operadora, seja o meu PT, a médica de família ou algum amigo dos meus filhos. E ai de mim se me queixo de alguma coisa…

-Estou com uma dor de dentes que nem sei se lhe conte!”-não me atreveria eu a dizer para não levar em resposta:

“Então que é isso!?O que é preciso são pensamentos positivos!”.

E é assim que eu vou andando! Posso estar com uma pedra num rim, com os cristais a chocalharem no ouvido esquerdo, um olho inflamado, um dente a latejar e dores horríveis do hemorroidal, mas se me perguntarem como estou, podem ter a certeza de que respondo:
-Bem disposto! Muito bem disposto e cheio de pensamentos positivos!

Mesmo que abarrote de anti-inflamatórios e tenha engolido um analgésico daqueles que nos deixam mais para lá do que para cá, eu estou sempre bem disposto e com pensamentos positivos a fervilharem nesta cabecinha tonta de cristais à solta. Podem ter a certeza! O que desejo para mim é o que desejo para todos vós!

O que conta é a sinceridade do que desejamos para os outros. Logo, não interessa como nos exprimimos na manifestação sincera dos nossos desejos para aqueles a quem queremos bem. Pouco importa que o façamos com coloquialismos ou com modismos de linguagem que nos pareçam mal, desde que estes nos façam ser entendidos como queremos, naquilo que verdadeiramente desejamos.

Por isso, volto a perguntar:

-Bem dispostos!?Se  dizem:

-“Porca de vida!”, respondo:  “Que é isso?!Pensamentos positivos!

“ Então vá”…

 

Autor:

Joaquim Letria

Do mesmo autor...

PARES E PARELHAS Setembro 2017
C A R T A Z E S Agosto 2017
ALTICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS Agosto 2017
T U C –T U C S Julho 2017
O EPITÁFIO Setembro 2017