Autarquia formaliza ‘aliança estratégica’ para dinamização das infraestruturas de apoio empresarial

Está agendada para a próxima segunda-feira, 27 de fevereiro, a assinatura do protocolo de colaboração entre o Município de Vila Nova de Cerveira, a Associação para Centro de Incubação de Base Tecnológica do Minho (ACIBTM), o Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica (CENFIM), a Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos e Afins de Portugal (AIMMAP) e o Conselho Empresarial do Alto Minho (CEVAL), de forma a dar um novo impulso às infraestruturas de apoio localizadas nas Zonas Industriais. Ato decorre às 14h30, no Auditório do CAE – Centro de Apoio às Empresas.

Pela localização geoestratégica privilegiada, elevada qualificação profissional e boas condições físicas, Vila Nova de Cerveira tem-se afirmado no panorama regional como uma referência no domínio empresarial, com bons indicadores económicos, com uma procura crescente de potenciais investidores e o interesse na consolidação demonstrado pelos empresários já instalados.

Contudo, a Câmara Municipal considera que o desenvolvimento e a potenciação económica de Vila Nova de Cerveira necessita de uma atuação mais integrada, eficiente e eficaz, numa lógica de proximidade com os empreendedores e as empresas, contribuindo para a afirmação do percurso em torno da geração de riqueza e emprego e criação de novas oportunidades de negócio.

Neste sentido, a celebração deste protocolo de cooperação com quatro entidades credenciadas na área do desenvolvimento económico-social regional apresenta-se como uma ‘aliança estratégica’ que pretende encontrar e implementar mecanismos de estímulo mais apelativos e eficazes. Entre as prioridades estratégicas constam, de modo global, a valorização dos recursos humanos; a criação de novas empresas e a consolidação e internacionalização das pequenas e médias empresas como instrumento de desenvolvimento local e regional; a potenciação de criatividade e do espírito empreendedor dos cerveirenses; a criação e atração de talentos, empresas, investimentos e atividades em clusters estratégicos; o posicionamento do concelho nas principais redes de produção e de criação de valor; entre outros.

A cerimónia de assinatura está marcada para a próxima segunda-feira, 27 de fevereiro, pelas 14h30, no Auditório do Centro de Apoio às Empresas.

Vila Nova de Cerveira dispõe de dois polos industriais de iniciativa municipal com 40 empresas e cerca de três mil trabalhadores, e do Parque Industrial do Fulão (capital privado galego). Os polos industriais estão devidamente infraestruturados e com serviços complementares, como é o caso do Centro de Apoio às Empresas – CAE (Auditório e Salas de Formação), do Pavilhão Multiusos, e da Creche do Centro de Apoio Social às Empresas.