Augusto acusa Barbosa de despesismo

Em reunião do Executivo Municipal de Monção, o ex-presidente de Câmara Augusto Domingues insurgiu-se com a nomeação de quatro pessoas para o Gabinete de Apoio ao actual presidente António Barbosa. Augusto Domingues referia-se aos despachos de nomeação assinados por António Barbosa, designando quatro pessoas externas para exercer funções no Gabinete da Presidência: um adjunto à presidência, dois secretários dos vereadores e um chefe de gabinete.

O Partido Socialista tem afirmado tratar-se de “jobs for the boys” que apoiaram Barbosa na campanha e que alegadamente ficarão caros à autarquia. Fonte do PS confirmou que "se juntarmos a estas quatro nomeações, mais um vereador que no executivo socialista, temos mais cinco pessoas no gabinete da presidência, o que aumentarão os custos do gabinete da presidência entre meio e um milhão de euros nos quatro anos de mandato".

António Barbosa defendeu-se dizendo que os que entraram agora com ele, sairão também com ele, não ficando nos quadros da autarquia como aconteceu nos mandatos do PS.

Estas nomeações também caíram mal a alguns dos militantes do Partido Social Democrata que esperavam mais contenção do seu novo presidente, embora reconheçam que as pessoas nomeadas «mereciam a gratidão do partido, pelo trabalho, apoio e grande esforço que fizeram na campanha do PSD».