O apagar de memórias,

 

Cerveira-Tomiño apresentaram prioridades de intervenção a Luís Campos Ferreira, Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação

À margem da cerimónia de Hastear da Bandeira de adesão do 1º território transfronteiriço à Rede de Cidades e Vilas de Excelência, a Amizade Cerveira-Tomiño reuniu, na passada sexta-feira, com o Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Luís Campos Ferreira, para apresentar a Agenda Estratégica e os projetos prioritários, solicitando a colaboração do Ministério na sua concretização.

Desde a assinatura da Carta da Amizade Cerveira-Tomiño, a 11 de junho de 2014, o Município de Vila Nova de Cerveira e o Concello de Tomiño têm desenvolvido um conjunto de ações a envolver entidades locais e regionais e as populações, com o objetivo de traçar o caminho para a consolidação de um território comum.

Durante a reunião que decorreu nos Paços do Concelho, os técnicos dos dois concelhos apresentaram o Parque Castelinho-Fortaleza e a construção de uma travessia pedonal sobre o rio Minho, baseado na premissa de “dois Países, duas Vilas, dois espaços urbanos de utilização coletiva, uma única forma de viver um espaço naturalmente comum”.

Os dois autarcas realçaram a importância de agregar dois parques naturais e complementares de valências nas margens do rio Minho (Castelinho e Fortaleza), num único espaço, através de uma comunicação sustentável através do rio. Fernando Nogueira e Sandra Gonzalez destacaram “uma grande oportunidade para a consolidação da cooperação transfronteiriça, potenciando a afirmação de Cerveira e Tomiño no coração do Eixo Atlântico (Porto-Vigo)”.

O Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Dr. Luís Campos Ferreira, enalteceu o trabalho desenvolvido por estes dois territórios, classificando este projeto de um “desafio extraordinário” e mostrando total disponibilidade para colaborar nos próximos passos e na agilização de contactos entre Portugal e Espanha.

No final da reunião, Cerveira e Tomiño entregaram um dossier com a Agenda Estratégica para a Cooperação Transfronteiriça para apreciação pela Comissão Luso-Espanhola para a Cooperação Transfronteiriça e pela Comissão Internacional de limites Portugal-Espanha.

Recorde-se que, durante as 1as Jornadas da Amizade, realizadas a 27 de março, foi apresentado o ecoparque transfronteiriço Castelinho-Fortaleza, que resultará da junção do Parque de Lazer do Castelinho (Vila Nova de Cerveira) e do Espaço Fortaleza de Goián (Tomiño), com uma área atual de 6 ha mas que, a médio prazo, com as ampliações previstas pelos dois Concelhos, corresponderá a uma área total de 15 ha. A concretização deste projeto só será possível através da ligação das duas margens através de uma ponte pedonal e ciclável sobre o rio Minho, fazendo a ligação entre os dois parques.

Não obstante, a Amizade Cerveira-Tomiño está a proceder à preparação de candidatura comum aos fundos comunitários, com especial enfoque no Programa de Cooperação Interreg V – A Espanha-Portugal (POCTEP), 2014-2020.

 

 

Cerveira-Tomiño, o 1º território transfronteiriço a aderir à Rede de Cidades e Vilas de Excelência

Vila Nova de Cerveira e Tomiño avançaram com a adesão simultânea à Rede de Cidades e Vilas de Excelência, tendo como objetivo a apresentação futura de projetos comuns. Hastear da Bandeira de Vilas de Excelência do 1º território transfronteiriço decorreu na passada sexta-feira, no Parque de Lazer do Castelinho, com a presença do Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Dr. Luís Campos Ferreira.

VNC 03/08/15

Ser uma cidade ou vila de excelência é um compromisso prático de qualificação dos territórios e das suas dinâmicas socioculturais e económicas, de forma a estimular a regeneração dos tecidos urbanos ou periurbanos, do ambiente urbano, da empregabilidade local e do turismo. Ao integrarem esta Rede do Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade, Vila Nova de Cerveira e Tomiño posicionam-se como Concelhos preocupados com as questões sóciourbanas, adequando uma política inclusiva ao seu território, tal como é preconizado pela estratégia Europa 2020.

O autarca cerveirense explicou que esta adesão é interessante para o reforço do conceito ‘um destino, dois países’, transformando Cerveira e Tomiño numa vila transfronteiriça. O objetivo é alcançar apoios para a concretização futura de alguns projetos comuns já definidos no âmbito da Agenda Estratégica para a Cooperação Transfronteiriça Cerveira-Tomiño. Não obstante, Fernando Nogueira ressalvou que, no caso concreto do município cerveirense, há uma forte aposta na afirmação do concelho como destino “acessível e de excelência para viver, trabalhar ou visitar", através de uma regeneração urbana baseada na acessibilidade e na inclusão, com uma dinâmica turístico-comercial importante e desenvolvimento de espaços verdes na política ambiental.

Por sua vez, a alcaldesa de Tomiño, Sandra Gonzalez, abordou o facto de esta iniciativa representar “mais um passo no longo caminho de cooperação para que se eliminem as fronteiras definitivamente”.

Com 53 municípios portugueses aderentes, o coordenador da Rede de Cidades e Vilas de Excelência, Dr. Pedro Silva, sublinhou que Cerveira e Tomiño inauguraram “um novo marco deste projeto de contexto nacional ao conferir-lhe uma dimensão diferente ao nível da interação entre povos irmãos através de novas soluções e trabalho”.

O Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros da Cooperação começou por elogiar a iniciativa afirmando que “é este o caminho que é preciso trilhar”. Recordando a época em que era necessário mostrar documentos e abrir bagagens na passagem de fronteira, o Dr. Luís Campos Ferreira congratulou-se com esta cooperação entre Cerveira e Tomiño no sentido de “criar mecanismos e produtos para continuar a promover e a dinamizar estes territórios, porque juntos vão mais longe”. E acrescentou: “O rio une e é um recurso natural que deve ser explorado de uma forma muito eficaz para as duas vilas, com um impacto positivo na vida das pessoas”.

A adesão de Vila Nova de Cerveira à Rede de Cidades e Vilas de Excelência e de Tomiño à entidade congénere espanhola foi formalmente oficializada com o Hastear da Bandeira de Vila de Excelência no Parque de Lazer do Castelinho, e no Espaço Fortaleza de Goián. Os dois concelhos aderem aos eixos ‘Cidade ou Vila Ciclável e de Mobilidade Amigável’ e ‘Cidade ou Vila de Regeneração e Vitalidade Urbana’.