Vamos ver qual a reação do

       

É já amanhã, na Casa do Adro de Venade, que haverá magusto organizado pelo Grupo de Acólitos 313. Este grupo da Paróquia de Venade ficou responsável pela dinamização do magusto, a parte "profana" da festa de S. Martinho, enquanto que a um outro grupo prepara a parte litúrgica e celebrativa.

Prosas de São Martinho

«Que a Igreja Católica inteira cante por toda a terra Martinho, o sacerdote de Cristo, e que, ao seu nome, todo o herético se atemorize e fuja. Que se alegre a Panónia que deu origem a um tal filho, que exulte a Itália que viu crescer um tal jovem, que as três partes da Gália rivalizem num debate sagrado, sobre qual deve tê‑lo como protector; mas que todas tenham a felicidade de o ter por pai, embora as gentes de Tours sejam as únicas a guardar o seu corpo.

Que todo o povo dos Francos e dos Germanos o aplaudam, porque ele lhes fez ver o Senhor, revestido com a sua própria capa.

Ele também é venerado nas províncias do Egipto e por todos os sábios da Grécia, que se sentem muito inferiores aos seus méritos e ao seu poder. Porque ele amaina as febres, expulsa os demónios, restaura as forças dos membros paralizados e, por sua oração, restitui três mortos à vida que eles acabavam de deixar. Ele destruiu os ritos sacrílegos, e, para glória de Cristo, lança os ídolos ao fogo.

2

3

Desempenhando só pelas suas mãos os santos mistérios, foi revestido da luz celeste; ligando‑se com todas as forças ao céu, pelos seus olhares e gestos, rejeitou tudo o que era terrestre. Jamais estiveram ausentes da sua palavra Cristo e a justiça, e tudo o que se refere à vida verdadeira.

É por isso que nós todos, ó Martinho, te pedimos que, depois de nos teres mostrado neste mundo tantos prodígios, espalhes sempre sobre nós, pela tua súplica, a graça de Cristo.»

(ver anexos)