ALMA DE COIMBRA no Teatro Municipal Sá de Miranda

Os bilhetes para o espetáculo ALMA DE COIMBRA, a realizar no Teatro Municipal Sá de Miranda, no próximo dia 19 de novembro  às 17h00, já se encontram  à venda.

LOCAL DE VENDA:

  • Teatro Municipal Sá de Miranda:

 

                Segunda a sexta-feira: das 9h00 às 19h00

                Dias de espetáculo: das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 22h00

                Sábado e domingos em dias de espetáculos:  2 horas antes.

 

CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA: M/6 anos

CUSTO DO BILHETE: 5€

 

NOTA: Aceitam-se reservas de bilhetes, unicamente, para o  email: tmsm@cm-viana-castelo.pt.

                       Prazo de levantamento de 24 horas, caso contrário a reserva ficará sem efeito.

ALMA DE COIMBRA no Teatro Municipal Sá de Miranda

 ALMA DE COIMBRA

 

Antigos alunos da Universidade de Coimbra, hoje dispersos pelo país, encontram na música um clima propiciador do cultivo dos ideais que pautaram os seus anos de vida académica.

Tendo como núcleo central um coro masculino, as guitarras (e o fado) de Coimbra ocupam espaço igualmente fundamental nas suas apresentações.

Assente no talento e na capacidade criativa do seu maestro - autor dos arranjos corais de todos os temas que executam - procuram, no País como além-fronteiras, a divulgação dos poetas, autores e intérpretes portugueses ou de língua portuguesa.

É, nesta medida, assumidamente, um projecto ao serviço da cultura portuguesa no quadro dos valores essenciais da Lusofonia.

R. Almirante Gago Coutinho, 123 – 5º S - 3030-326 COIMBRA  Tlm  (351) 933708730 almadecoimbra@gmail.com www.almadecoimbra.com

Videos:

https://www.youtube.com/results?search_query=alma+de+coimbra

 Alma de Coimbra

MAESTRO AUGUSTO MESQUITA

 

 Dirige desde o início (2006) o “ALMA DE COIMBRA”, sendo autor de todos os arranjos musicais.

Diplomado em Piano e Composição pelo Conservatório de Música de Lisboa.

De 1994 a 1999, Presidente da Direcção do Conservatório de Música de Coimbra.

Realizou diversos cursos de formação em piano, direcção coral e direcção de orquestra. Autor de peças para piano e de numerosos arranjos de música coral e instrumental. Apresentações ao piano, quer a solo, quer acompanhando grandes figuras do canto e da música instrumental.

Nos últimos anos dedicou-se também à direcção e arranjos para Orquestra: dirigiu dezenas de concertos em Portugal e no estrangeiro, entre os quais diversos Concertos de Gala, cujos programas concebeu. Maestro titular da Orquestra do Conservatório de Música de Coimbra durante dez anos. Dirige a Orquestra “Adarte”.

Dirigiu o Coro dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra de 1992 a 2003; os Corais do Orfeão de Leiria de 2004 a 2008; o Coro da Administração Regional de Saúde e o Coro de Câmara de Coimbra. É maestro do Coro “Advocal”, constituído no seio do Conselho Distrital de Coimbra da Ordem dos Advogados, desde a sua fundação, em finais de 2002.

Assume, em Agosto de 2003, a Direcção Artística da Orquestra dos Antigos Tunos da Universidade de Coimbra e da sua Orquestra de Tangos.

Dirige também o “Cantemus” – Coro Juvenil do Município de Cantanhede.

Director Artístico do Festival de Música de Coimbra desde 2005.

Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique (10 de Junho de 1997)

 Alma de Coimbra

ALGUMAS DAS ACTUAÇÕES EM PORTUGAL 

2016  

23 de Janeiro – Sever do Vouga, Centro de Artes do Espectáculo

01 de Fevereiro – Cascais, “Museu da Presidência”, Grupo de Fados e Guitarras, jantar oferecido pelo IPDAL–Instituto para a Promoção e Desenvolvimento da América Latina, presidido pelo Ministro da Economia.

05 de Março – Estarreja, Cine-Teatro

12 de Abril – Lisboa, Cinema S. Jorge, concerto a favor da PAR-Plataforma de Apoio aos Refugiados.

5 de Maio – Lisboa, Grupo de Guitarras do AC, “2ª Conferência de Lisboa: A Globalização do Desenvolvimento”, promovida pela Fundação Calouste Gulbenkian.

28 de Maio – Figueira da Foz, concerto noCasino

14 de Junho – Porto, concerto na Casa da Música (Sala Guilhermina Suggia)

17 de Setembro – Coimbra. Largo da Igreja de Santa Cruz, (Festas da Cidade de Coimbra)

24 de Setembro – Oliveira de Frades

14 de Outubro – Abrantes, concerto no Cine-Teatro S. Pedro

 

Agendadas (até ao fim do ano)

3 de Dezembro – Ateneu Comercial do Porto, assinalando o 23º aniversário da Associação dos Antigos Estudantes de Coimbra no Porto.

19 de Dezembro – Guarda, concerto de Natal, no Teatro Municipal.

22  de Dezembro – Guimarães, Igreja de Nossa Senhora da Oliveira, concerto de Natal.

 

2015

16 de Maio – Aveiro, concerto no Teatro Aveirense

19 de Junho – Coimbra, Concerto no Jardim de Santa Cruz, com a Orquestra Ligeira do Exército.

26 de Setembro - Coimbra, encerramento da Gala “Ouro e Prata” da ACADÉMICA-OAF

11 de Novembro – Lisboa, Auditório dos Oceanos, Casino Lisboa, concerto de abertura das celebrações do 10º aniversário do Alma de Coimbra

28 de Novembro – Maia, Fórum Municipal, concerto de encerramento do Ciclo de Fado

04 de Dezembro - Póvoa de Varzim, concerto no Casino, integrado no “III Encontro de Música Coral da Póvoa de Varzim”

05 de Dezembro – Coimbra, Pavilhão Centro de Portugal, concerto comemorativo do Dia Internacional do Voluntariado (Delegação do Centro da Liga Portuguesa contra o Cancro).

2014

03 de Janeiro – Figueira da Foz. Concerto de Apresentação do CD “ALMA 2”, no Casino 

18 de Janeiro – Coimbra. Actuação na Biblioteca Joanina da Universidade.

1 de Fevereiro – Portel. Concerto no Cine-Teatro.l

29 de Março – Estoril. Concerto no Auditório do Casino.

05 de Abril – Albergaria-a-Velha. Concerto no Auditório Municipal.

10 de Abril – Coimbra. Actuação no Café Santa Cruz.

8 de Maio – Coimbra, Grupo de Fados e Guitarras, no Museu Nacional Machado de Castro

04 de Junho – Lisboa, concerto na Assembleia da República

24 de Junho – Porto, concerto de S. João, na Casa a Música, Sala Guilhermina Suggia

27 de Setembro – Coimbra, concerto “Idealdrinks”

11 de Outubro – Coimbra. Apresentação na Gala da AAC/OAF, Pavilhão de Portugal.

18 de Outubro – Estarreja, concerto no Cine-Teatro, Estarreja

19 de Novembro – Coimbra (Conservatório de Música) Gravação do CD com o Hino Nacional, com a Banda da Armada Portuguesa.

 

2013

02 de Março – Manteigas – Concerto no Dia do Município..

31 de Maio – Barcelos. Dia Nacional das Misericórdias. Concerto promovido pela Santa Casa da Misericórdia, no Auditório Municipal.

13 de Junho – Coimbra. Museu Nacional Machado de Castro. Concerto pelo  "Encontro das 21 Cidades Geminadas com Coimbra".

29 de Junho – Santarém. Concerto no Teatro Sá da Bandeira.

26 de Julho – Figueira da Foz. Concerto no Casino.

03 de Outubro – Tomar. Concerto por ocasião do Congresso da Tecnicelpa – Associação Portuguesa dos Técnicos das Indústrias de Celulose e Papel.

05 de Outubro – Coimbra. Quinta do Seminário. Concerto promovido pela "IdealDrinks", por ocasião do Jantar de Gala que assinalou o encerramento da "Festa das Vindimas"..   

12 de Outubro – Coimbra. Teatro Académico Gil Vicente. Encerramento do Concerto de Homenagem a António Fragoso. 

24 de Outubro – Coimbra. Concerto no 60º Aniversário do Rotary Club de Coimbra.

30 de Outubro – Coimbra. Participação no Workshop “Cultura e Direitos de Autor: valores económicos e sociais” organizado pela Sociedade Portuguesa de Autores.

02 de Novembro – Coimbra. Concerto na Igreja de S. José, com o Coro Aldebarán, de Madrid.

18 de Dezembro – Coimbra, Museu Nacional Machado de Castro..Apresentação do CD “Alma 2”

23 de Dezembro – Coimbra. Teatro Académico Gil Vicente. Concerto de Natal e Ano Novo promovido pela "Idealtower".

2012

7 de Janeiro, Braga, Igreja de Santa Cruz

19 de Maio, Lisboa, Museu Nacional de Arte Antiga, “Noite dos Museus”

29 de Julho, Lisboa, Panteão Nacional, concerto “Lembrar Amália”, com Mísia.

10 de Agosto, Gouveia, concerto de abertura das Festas da Cidade.

07 de Dezembro, Coimbra, concerto no Auditório do Conservatório de Música, integrado no Festival Internacional de Música de Coimbra.

 

2011

06 de Junho, Lisboa, Tivoli, encerramento da Gala evocativa de Malangatana, promovida pela UCCLA, CM de Lisboa e Embaixada de Moçambique.

18 de Junho, Arganil, encerramento do X Congresso da União das Misericórdias Portuguesas

07 a 15 de Julho, Açores - Horta, Lajes do Pico, Angra do Heroísmo, Ponta Delgada. 

05 de Outubro, Barreiro, Casa da Cultura, assinalando os 50 Anos da Associação de Fuzileiros.

28 de Outubro, Ovar, Centro Cultural, programa cultural da Câmara Municipal

19 de Dezembro, Luso, concerto de Natal da Sociedade Central de Cervejas

 

2010

11 de Junho, Lisboa, Teatro Municipal S. Luís, participação na Gala de Homenagem a Bana, grande figura da música de Cabo-Verde.

16 de Junho, Lisboa, Casino Lisboa, concerto de apresentação do CD “Alma”.

28 de Setembro, Casino Figueira da Foz, concerto de apresentação do CD “Alma”

12 de Outubro, Lisboa, Auditório da FIL – XXI Encontro Nacional Tecnicelpa, VI Congresso Ibero-americano de Investigação em Celulose e Papel - CIADICYP 2010.

25 de Outubro, Lisboa, Teatro Tivoli, participação na Gala comemorativa dos 25 anos da UCCLA ("A Viagem do Fado").

07 de Novembro, Lisboa, Museu da Electricidade, concerto assinalando a chegada do Raid Automóvel Figueira da Foz-Lisboa, patrocinado pelo Museu da Presidência da República, Automóvel Clube de Portugal e Casino da Figueira da Foz.

12 deNovembro, Trofa, concerto comemorativo do 12º aniversário da criação do concelho

25 de Novembro, Covilhã, Auditório da Universidade da Beira Interior, por ocasião da cerimónia de entrega dos “Prémios de Mérito”, atribuídos pelo Banco Santander-Totta.

09 de Dezembro, Lisboa, Convento do Beato, Concerto de Natal da Pricewaterhouse Coopers.

16 de Dezembro, Coimbra, Conservatório de Musica, apresentação do CD “Alma”

2009

23 de Fevereiro, Figueira da Foz, Centro de Artes e Espectáculos.

04 de Março, Viseu, Hotel Montebelo, actuação do Grupo de Fados e Guitarras do Alma de Coimbra, por ocasião da visita a Portugal de S.A.R. a Duquesa de Kent.

09 de Maio, Ílhavo, Centro Cultural, a favor da Santa Casa da Misericórdia da cidade.

21 de Maio, Cascais, Museu da Música Portuguesa (“Dia Internacional dos Museus”).

28 de Maio, Lisboa, Auditório da Culturgest, “Gala de Solidariedade Cavalo Azul” (com a participação de, entre outros, André Sardet, Camané e Mafalda Veiga).

24 de Julho,Lisboa, Cinema S. Jorge, participação na Gala, promovida pela UCCLA e pela Câmara Municipal de Lisboa, que assinalou a candidatura da Cidade Velha da Ilha de Santiago, Cabo-Verde, a Património Cultural da Humanidade (UNESCO).

12 de Novembro, Lisboa, Auditório Liceu Camões, 60 Anos da Sociedade de Língua Portuguesa.

13 de Dezembro, Lisboa, Museu do Oriente, promovido pela Fundação Oriente

2008

23 de Abril, Santarém, concerto de homenagem a José Niza

03 de Maio, Funchal, Teatro Baltazar Dias, integrado no programa oficial das celebrações dos 500 anos da fundação da cidade.

17 de Julho, Leiria, Auditório Municipal.

06 de Setembro, Coimbra, Santa Cruz, oferecido pela Câmara Municipal de Coimbra à representação oficial de Lund (Suécia).

06 de Setembro, Tocha, concerto por ocasião da cerimónia evocativa de Francisco Lucas Pires.

26/27 de Setembro, Guimarães, XXII Capítulo da Confraria Gastronómica “Panela ao Lume”, Capela do Paço dos Duques de Bragança..

11 de Dezembro, Lisboa, Sala dos Espelhos do Palácio Foz, concerto de Natal

 

2007

22 de Março, Lisboa, “Refeitório dos Monges”, Mosteiro dos Jerónimos

06 de Junho, Coimbra, Universidade Vasco da Gama, “Congresso Luso-Espanhol de Direito”.

16 de Junho, Coimbra, Quinta das Lágrimas, concerto a abrir o Ciclo “As Estações das Lágrimas”.

22 de Setembro, Braga, "Homenagem à Mulher Portuguesa" promovida pela AAEC em Braga.

6 de Outubro, Coimbra, Estádio Cidade de Coimbra, “Homenagem a Carlos Paredes”.

17 de Novembro, Sintra, “Concerto Mercedes-Benz”

06 de Dezembro. Coimbra, “Festival Internacional de Música de Coimbra”.

Alma de Coimbra

ACTUAÇÕES NO ESTRANGEIRO

  • • Macau, Outubro de 2006, a convite do Comité Olímpico de Portugal, participação na vertente cultural dos “I Jogos da Lusofonia ”. Concertos nas Universidades de Macau e de Hong Kong.
  • • Timor-Leste, Fevereiro de 2007 (de 11 a 15 de Fevereiro, 13 actuações).
  • • Bali, 18 de Fevereiro de 2007, a convite da Embaixada da Indonésia em Lisboa e do Governador da Ilha, concerto na Universidade de Dempasar.
  • • Estados Unidos da América, Dezembro de 2007, Washington DC, sob os auspícios da Fundação Luso-Americana. Apresentações na Embaixada de Portugal, a 17 e 19, oferecidas ao Corpo Diplomático, assinalando o fecho da presidência portuguesa da União Europeia. Cantou para as Comunidades portuguesas de Newark e Elizabeth, NJ, e de Fall River, Mass.
  • • Estados Unidos, Março de 2008, New Jersey, participação na homenagem da Comunidade portuguesa a Monsenhor João Antão, Pároco de Elizabeth, NJ, pelo seu 75º aniversário.
  • • Estados Unidos, Junho de 2008, celebrações do Dia de Portugal, em Newark (presente o ex-Presidente da República, Dr. Jorge Sampaio).
  • • Tunísia, Setembro de 2008, Festival Internacional de Música da Medina de Tunis.
  • • Índia, 16 a 30 de Janeiro de 2009, com o alto patrocínio da Fundação Oriente. Concerto de encerramento do Festival Capela do Monte (Cidade Velha de Goa), promovido pela Fundação. Concertos em Damão, Margão (Goa) e Cochim. Acompanhamento coral das Missas de Domingo, a 18 e 25, nas Igrejas do Bom Jesus, em Damão Grande, e na Igreja de Santa Inês, em Pangim (Goa).
  • • República Checa, Praga, 9 de Junho de 2009, assinalando o nosso Dia Nacional, concerto na Igreja de St. Marten, oferecido pelo Embaixador de Portugal ao Corpo Diplomático e a personalidades marcantes da vida social, cultural e académica.
  • • Áustria, Viena, 13 de Junho de 2009, concerto, assinalando o Dia de Portugal, no Grande Auditório da RadioKulturhaus da ORF.
  • •Itália,7 a 12 de Julho de2009, Festival Internacional de Música “Garda Estate2009”, Verona.
    • Bélgica, Bruxelas, 23 de Março de 2011, actuação no Parlamento Europeu.
    • Cabo-Verde, Ilha de Santiago, 1 a 7 de Dezembro de 2011, entre outras apresentações, concertos no Centro Histórico da Praia (oferecido à população), na Assembleia Nacional e na residência oficial do Presidente da República.
    • Madrid, 29 de Junho de 2012, actuação oferecida pelo Senhor Embaixador de Portugal.
    • Madrid, 1 de Julho de 2012, concerto no “Ateneo de Madrid” (“VII Concerto de la Diversidad”)
    • S. Tomé e Príncipe, 4 a 11 de Junho de 2013, participação nas cerimónias celebrativas do Dia de Portugal, promovidas pela Embaixada de Portugal.
    • Ceuta, 21 de Agosto de 2015: actuação do Grupo de Fados e Guitarras, assinalando os 500 Anos da Tomada da Cidade, por ocasião do Jantar comemorativo.
    • Adis Abeba (Etiópia), 6 a 11 de Outubro de 2015, Teatro Nacional de Adis Abeba, concerto de encerramento (no dia 9) da “Semana da Europa”, promovida pela Representação da EU, assinalando os 40 anos do estabelecimento de relações formais de desenvolvimento e cooperação, entre a EU e a África (antecedido, na véspera, de actuação na Universidade, iniciativa da Delegação do I. Camões).
    • 17 de Junho de 2016 – Madrid, concerto no “Ilustre Colegio Oficial de Médicos de Madrid”, aproveitando a Visita à Catalunha: concerto de encerramento do 10º Aniversário da “Associó Amics de la Musica de Valls” (21 de Junho).
    • 29 de Setembro a 3 de Outubro de 2016 – Polónia, participação no Festival Internacional de Música de Cracóvia. Concertos, ainda, em Varsóvia, em 4 e 5 de Outubro, respectivamente, no Centre for Cultural Praga Pld. (CPK) e no Cultural Center Arsus

  

PROGRAMA-Tipo *

“ALMA DE COIMBRA” (“Voices from Portugal”)

 

     CORO

  1. Romagem à Lapa - Leonel Neves/ Luís Góis (com solistas)
  2. Menina Estás à  - Vitorino (com solistas)
  3. Chamateia - Popular dos Açores (com solista)
  4. Porto Sentido - Carlos Tê / Rui Veloso (com solista)
  5. Queda do Império - Vitorino
  6. Lágrima - Amália Rodrigues/C. Gonçalves (com solistas)

 

GUITARRA PORTUGUESA E FADO

  1. Variações em Ré menor - Artur Paredes
  2. Fado da Despedida - Raposo Marques
  3. Feiticeira - Ângelo Vieira Araújo
  4. Valsa para um tempo que passou - António Portugal

 

      CORO

  1. Menina dos Olhos Tristes - Reinaldo Ferreira/José Afonso (com solista)
  2. Fado Português - José Régio/Alain Oulman (com solistas)
  3. Sôdade - A. Cabral / L. Morais (com solista)
  4. Amália - José Galhardo / Frederico Valério (com solista)
  5. Ó Gente da minha terra - Amália Rodrigues / Tiago Machado (com      solistas)
  1. E Depois do Adeus - José Niza/José Calvário (com solista)

 

Arranjos corais e instrumentais de Augusto Mesquita

Luís Arede - piano

Luísa Mesquita - contrabaixo

Daniel Tapadinhas - trompete e percussão

Avelino Correia - violino

António José Moreira e Ricardo Dias – guitarra

Durval Moreirinhas e Pedro Lopes – viola

 

* Programa-tipo; ajustável em termos de repertório, duração, com incidência variável na parte coral e na instrumental, etc.

  

REFERÊNCIAS                  

• “… Esta noite, as capas negras, guitarras, violas, pianista e um Coro fantástico fizeram-me voar até Portugal, a quase 19 mil quilómetros de distância... Emocionei-me, naturalmente!”... “Foi uma noite inesquecível. Pelo fado, certamente. Pelo que senti, obviamente. Mas especialmente porque estando Timor-Leste a atravessar uma crise difícil, um grupo conceituado tenha vindo a Timor cantar, indiferente ao perigo. É um verdadeiro acto de coragem e de generosidade cantar duas, três vezes por dia, para todo o tipo de público, timorense e internacional…”

Ângela Carrascalão, Timor, 11 de Fevereiro de 2007.

 

• “... Não tendo tido, ainda, a oportunidade de conhecer a música portuguesa, o concerto de ontem constituiu uma ocasião verdadeiramente feliz. O Coro revela organização, talento e maturidade; e vozes potentes, suaves, magníficas. Escutei-o de olhos fechados. Senti-me deveras comovido e impressionado com a actuação, e liberto do stress acumulado...”

Kenji Shimizu, Embaixador do Japão em Dili, 14 de Fevereiro de 2007.

 

• “... Espectacular, o êxito do coro Alma de Coimbra em Timor-Leste. Parabéns ao professor Augusto Mesquita e à Fundação Oriente, que apoiou esta embaixada de Portugal...”

Marcelo Rebelo de Sousa, “O Sol”, 24 de Fevereiro de 2007.

 

• “... A estadia do Coro em Dili revestiu-se de muita importância para a divulgação da língua e cultura portuguesas, junto das comunidades timorense, portuguesa e internacional”...”Nos locais onde actuou, houve manifestações de simpatia e elogios unânimes ao Grupo, considerado um Coro de grande qualidade. A variedade do repertório permitiu dar a conhecer aos timorenses e à comunidade internacional temas dos diversos Países lusófonos.”... “A Ministra da Educação e da Cultura de Timor-Leste...sublinhou a disponibilidade manifestada pelo Coro nesta visita solidária para com o povo timorense, num momento difícil...”

João Ramos Pinto, Embaixador de Portugal em Dili, 9 de Março de 2007).

 

• “ …A exibição do Alma de Coimbra constituiu o momento mais marcante dos actos sociais de encerramento da terceira Presidência Portuguesa da União Europeia, que decorreram em Washington, em Dezembro passado...”…“…com as suas extraordinárias qualidades de actuação e com a excelência do repertório de música portuguesa que em boa hora trouxe à capital dos Estados Unidos da América. A todos os seus membros deixo o meu testemunho de sentida apreciação e estima e os meus votos de que possam continuar a tão bem apresentar no estrangeiro este significativo segmento da cultura e da identidade portuguesas.”

João de Vallera, Embaixador de Portugal em Washington, 20 de Janeiro de 2008

 

• “… O Alma de Coimbra está a fazer êxito, em Portugal e pelo mundo, cantando exclusivamente música portuguesa; o que prova que não só no estrangeiro como em Portugal se faz boa música. O Alma de Coimbra constitui um exemplo de homenagem à Língua portuguesa e aos compositores portugueses. Por isso, na qualidade de Presidente da Assembleia-Geral da Sociedade Portuguesa de Autores, quero agradecer-vos também em nome de todos eles...”

José Niza, 23 de Abril de 2008, palavras proferidas no final do concerto em sua homenagem, promovido pela Câmara Municipal de Santarém.

 

• “… Transparece de forma clara a dedicação e empenho que votam ao trabalho de harmonização musical e escolha poética, mas também ao aspecto transcultural que decorre do vosso repertório, espelho de uma portugalidade em constante renovação e da própria lusofonia, herança que nos compete, também, defender além-fronteiras.

A imagem que a vossa presença deixou entre os convidados faz de vós uma verdadeira embaixada da cultura portuguesa, que importa acarinhar e incentivar. A importância do sucesso alcançado é exponencialmente aumentada pelo facto de Praga, com a sua secular tradição artística e dinâmica musical, não se render facilmente a novas experiências: rendeu-se a vós, o que muito nos orgulha…”

José Júlio Pereira Gomes, Embaixador de Portugal em Praga, 16 de Junho de 2009, lembrando o concerto em Praga, assinalando o Dia de Portugal.

• “… A capela de Nossa Senhora do Monte em Velha Goa estava completamente cheia de gente naquela noite do fim de Janeiro de 2009, a última do Festival do Monte, quando os Alma de Coimbra entraram, um após outro, vindos da porta da sacristia e formaram um grupo compacto frente ao altar. A moldura de capas pretas fez descer um súbito silêncio sob a abóbada de pedra. Todos os presentes, goeses, portugueses de Portugal, estrangeiros, sentiam que aquele podia ser o momento culminante do Festival. Quando o coro de vozes pela primeira vez ressoou na igreja, e quando, a partir de então, como que em sucessivas ondas, o canto e a música envolveram todos os espectadores numa espécie de abraço ao mesmo tempo nostálgico e alegre, experimentei olhar para trás, para as pessoas sentadas em filas apinhadas, para os mais jovens lá em cima no coro alto e vi o rosto grave dos mais velhos, o sorriso enternecido dos mais novos, e, em todos, o brilho nos olhos.

Perto do final do espectáculo, quando os goeses cantaram em uníssono com o Coro, em português, houve na multidão quem estivesse a chorar, e o Coro foi aclamado durante muito, muito tempo, com um entusiasmo que, naquelas partes do mundo, costuma ser mais discreto...”

Paulo Varela Gomes, Delegado da Fundação Oriente na Índia, 31 de Janeiro de 2009.

 

  • “…Penso que o Alma de Coimbra se pode definir e caracterizar com cinco palavras: talento, rigor, simplicidade, bom gosto e alegria.”… “ Tudo o que se passa em cena é autêntico e simples, não existem cedências a efeitos fáceis.”… “Na escolha do repertório, todo ele cantado em português, reside a grande mais-valia do sucesso do Alma. O Augusto Mesquita teve o mérito de descobrir uma evidência: a de que a música popular portuguesa é uma das mais ricas do mundo, tão simples quanto isto…”…

José Niza, 16 de Junho de 2010, acerca do concerto de apresentação do CD “Alma”, no Casino Lisboa.

 

• “…Ouvi os Alma de Coimbra pela primeira vez no Teatro São Luís, no concerto de homenagem ao Bana que eu própria apresentei há mais ou menos um mês. Impressiona ouvir um coro só de homens, com dezenas de vozes muito potentes e muito afinadas. A música dos Alma de Coimbra fica no ouvido, com todas aquelas vozes masculinas, ao mesmo tempo fortes e suaves, que marcam um ritmo único e cantam músicas deste e outros tempos. Deixo aqui os meus parabéns ao maestro Augusto Mesquita pela excelência do seu Coro e pelo primeiro CD editado, que é maravilhoso da primeira à última música”.

Laurinda Alves, 14 de Julho de 2010.

 

  • “Ontem, fui assistir ao concerto do Alma de Coimbra. Tinha curiosidade em os ouvir, já que conheço o valor do seu maestro, Prof. Mesquita, e também o de muitos dos seus elementos. Gostei muito: as harmonias são bonitas e originais, o repertório é acessível a qualquer tipo de público, sem ser pretensioso nem popularucho, os solistas são de grande categoria, o coro está afinadíssimo e os instrumentistas (piano, contrabaixo, violino e trompete) fazem toda a diferença no resultado final do espectáculo”… “na sua atitude em palco, um sinal de grande rigor e dignidade…”.

Rui Pato, 17 de Dezembro de 2010.

 

• “…É um dos discos mais extraordinários de música portuguesa que me chegou às mãos nos últimos tempos",

Programa "Alma Lusa", Antena 1/RDP, 22/10/2010, a propósito do CD do Alma de Coimbra.

 

“…O evento da Alma de Coimbra em Valls foi para mim muito especial. Não conhecia o vosso trabalho, mas foi um concerto verdadeiramente memorável. Pela qualidade e variedade do repertório, pelos fantásticos arranjos do Maestro Augusto Mesquita e também pela harmonia entre todas as vozes que fazem parte do coro. A energia e alegria transmitida por todos vocês contagiou o público presente. E a mim, seguramente um bocadinho mais. Pelas funções que represento, mas também pelo apaixonado que sou pela música portuguesa.

No entanto, não foi só a música que me cativou. Achei fantástico conhecer e conviver um  pouco com um grupo como o vosso. Diferentes gerações, distintos percursos, diversas orientações políticas e, apesar dessas aparentes diferenças, acima de tudo é notória uma enorme união e amizade entre todos, fruto da paixão pela música e das saudades dos tempos vividos na Universidade de Coimbra.

 Por tudo isso, todo o evento foi para mim realmente inspirador. Foi uma honra partilhar com alguns de vós a mesa de um simpatico jantar e guardo com saudade os momentos únicos propiciados pelo concerto que nos deram. Cheguei a Valls como representante institucional de Portugal para apoiar um grupo musical português. Regressei a Barcelona como vosso admirador.

 Espero que nos reencontremos algures por esse mundo fora. E, tal como vocês muito bem cantaram as palavras de Jorge Palma, “enquanto houver estrada para andar, a gente vai continuar”. Continuem, a língua e a cultura portuguesa agradecem. E eu também…”

Paulo Teles da Gama, Cônsul-Geral de Portugal em Barcelona, 26 de Junho de 2016.

(Ver em anexo o pdf com o Portfólio)