2500 alunos em festa no “abraço” ao rio Vez

Os alunos adoraram o “abraço” ao rio Vez e querem repetir o gesto em 2017. A atividade, que se realizou, de forma inédita, esta quarta-feira, 1 de junho, assinalando o Dia Mundial da Criança, juntou, em ambiente de grande festa, cerca de 2500 alunos, de todo o concelho de Arcos de Valdevez.
Em dia de sol resplandecente, a Praia Fluvial da Valeta e as respetivas margens – num “abraço” unido pelos pontilhões e com o “espelho de água” a brilhar – serviram de cenário ideal para um raro momento de comunhão entre os seres mais naturais do mundo, as crianças, e a joia mais valiosa do concelho (isto na ótica de muitos), o rio Vez, que se mantém (quase) selvagem, em total respeito pelo meio.
De resto, a aproximação do Dia Mundial do Ambiente, festejado a 5 de junho, parece ter tido também um papel decisivo na organização do simbólico “abraço”, que entreteve a população escolar e respetivas comunidades docente e discente, com um objetivo supremo: que as novas gerações se apropriem de uma cultura ecológica, “mãe” da sustentabilidade ambiental.
Entretanto, antes do “abraço” gigante, foram desenvolvidas algumas atividades, por iniciativa das escolas aderentes, nomeadamente a revigorante caminhada, pela Ecovia do Vez, que os alunos do Centro Escolar Dr. Manuel da Costa Brandão (Sabadim) e da Escola Básica de Távora protagonizaram ao longo da margem direita, enquanto uma dezena de alunos do curso Técnico de Turismo, do Agrupamento de Escolas de Valdevez, descia o rio em canoa. E, no preciso instante em que este grupo de finalistas “ancorou” nas imediações da Praia Fluvial da Valeta, “soou” o alarme dos Bombeiros Voluntários, seguindo-se o momento solene do “abraço”, captado pelo “drone”, para uma bela coreografia, tantos eram os braços no ar.
No final, os alunos deslocaram-se para o Complexo Desportivo Municipal, onde foi organizado um mega-almoço. Durante a tarde, em salutar espírito de convívio, foram desenvolvidas atividades lúdicas com natural destaque para os jogos, a dança e o fitness.
De referir que esta bem-sucedida iniciativa emparceirou o Município de Arcos de Valdevez, as várias unidades do Agrupamento de Escolas de Valdevez, a Escola Profissional do Alto Lima (EPRALIMA) e os jardins de infância da rede particular (Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez, Associação Social e Recreativa Juventude de Vila Fonche, Centro Paroquial e Social de Guilhadeses e Centro Paroquial de Arcos de Valdevez).
A ver pelo sucesso da ação, é provável que todos voltem a “abraçar” o rio daqui a um ano…