2017 Canoe Marathon European Championships decorreu em Ponte de Lima

Ponte de Lima recebeu esta prova do calendário internacional de canoagem e as prestações portuguesas foram assinaláveis. Clube Náutico Ponte de Lima e Darque Kayak Clube trouxeram-nos alegrias e muitos ... pódios!

O dia de provas de 5ª feira, o primeiro dos “European Championships”, contou com a presença de dez atletas portugueses do Clube Náutico Ponte de Lima (CNPL) em competição, para além de outras participações em regatas de exibição, as chamadas "Short Races", cujo formato inédito estreou pela primeira vez em Ponte de Lima.

A manhã do primeiro destes quatro dias começou de feição para as cores nacionais, com Rita Fernandes, atleta da casa (CNPL), a alcançar o terceiro lugar do pódio em K1 feminino na categoria de Juniores.

Já em “C1 Men Juniors”, Duarte Silva, também do CNPL, garantiu o terceiro lugar do pódio nesta corrida de 19km. 

Rui Câncio, selecionador nacional de maratonas, afirmava já há dias esperar no mínimo três medalhas para a comitiva nacional. A “previsão” do selecionador nacional afigurou-se certeira, na medida que os atletas lusos já deram à sua casa duas medalhas, na competição terminou ao início da tarde de domingo.

Canoístas

Canoístas

Sérgio Maciel

Na segunda corrida, do segundo dia de competição, Sérgio Maciel do Darque Kayak Clube (DKC) somou o terceiro bronze ao conjunto de medalhas que a comitiva nacional arrecadou até à data, no Campeonato Europeu de Maratonas de Canoagem em Ponte de Lima.

O atleta de Darque assegurou o terceiro lugar do pódio em  “C1 Men” Sub-23, após ter completado um percurso de 22,6km pela pista do Rio Lima.  O campeão europeu júnior de 2016, no seu primeiro ano de sénior e de sub 23, apenas foi superado pelos atletas polacos, deixando os seus adversários a distancia considerável. Sérgio Maciel vai disputar em Setembro o Campeonato do mundo de sub 23 na Àfrica do Sul. Por sua vez, Rafaela Araújo do DKC, foi a melhor portuguesa na sua categoria tendo ficado em  C1 absolutos.

Os atletas lusos deram, ao segundo dia e à sua casa três medalhas, mas todas as possibilidades continuaram em aberto.

Canoístas

Canoístas

A Comitiva Nacional garantiu quatro medalhas

 

Ponte de Lima viveu nos últimos seis dias, um ambiente festivo, concentrado nas margens do Rio Lima, onde canoístas de toda a Europa confraternizaram antes e após competições.

Os Europeus de maratonas (“Masters Cup” e “European Championships”) reuniram mais de 500 canoístas de 23 países num campeonato que nas palavras do presidente da Federação Portuguesa de Canoagem - FPC, Vítor Félix, e do britânico Albert Woods, Presidente da Associação Europeia de Canoagem - ECA, ficará na memória como “os melhores Europeus de maratonas de sempre”, pela qualidade da organização, da pista, e da produção televisiva.

José Ramalho voltou sábado, a somar mais um título em K1 aos alcançados em 2011, 2014, 2015 e 2016, desta vez em Ponte de Lima.

O atleta vila-condense de 34 anos, percorreu os 29,8 quilómetros da prova no Rio Lima em 2:11.54 horas, batendo o segundo classificado por 0,95 segundos.

O ouro de Ramalho em “K1 Men” junta-se aos bronzes alcançados na quinta-feira pelos atletas do Clube Náutico de Ponte de Lima. Duarte Silva em “C1 Men Juniors”, e Rita Fernandes em “K1 Women Juniors”.

Já na sexta-feira havia sido Sérgio Maciel, atleta do Darque Kayak Clube, a alcançar o bronze em “C1 sub-23”.

A Comitiva Nacional saiu do Campeonato em Ponte de Lima com um total de quatro medalhas, uma de ouro e três de bronze, sendo que estes quatro medalhados têm lugar garantido nos Mundiais de setembro na África do Sul.

O balanço da “European Masters Cup” havia já sido também muito positivo, com as cores nacionais representadas oito vezes em pódio: dois 1ºs lugares, um 2º lugar e cinco 3ºs lugares.

A bandeira lusa não poderia ter estado melhor representada, sendo que Portugal foi o segundo país com mais pódios nos dois dias (27 e 28 de junho), apenas superado por Espanha.

 Canoístas

Canoístas