Justiça

Justiça

Casal arguido em caso de sexo em público e com criança ao lado

Foi o caso da semana na comunicação social. Um casal filmado alegadamente a ter relações sexuais em pleno espaço público, com uma criança de seis anos literalmente encostada e mais algumas dezenas de pessoas nas redondezas. Tudo aconteceu na praia fluvial do Taboão, em Paredes de Coura, envolvendo um casal de Guimarães. O vídeo foi parar às redes sociais, a situação configura crime público, as autoridades policiais intervieram e a CPCJ também. Resultado: já há arguidos e a protagonista do vídeo ficou, temporariamente, sem a tutela dos filhos.

Policialmente - Deve o Sporting descer de Divisão?

1

Vitor Bandeira

Inspector-Chefe (aposentado) da Polícia Judiciária

Em primeiro lugar queria fazer uma declaração de interesses: sou Benfiquista!

Não sou um Benfiquista doente, vejo o futebol com objectividade e algum descomprometimento clubístico, sou do tempo em que adeptos de todos os Clubes iam ao futebol, juntos, entravam e saiam pela mesma porta, sentavam-se lado a lado nas bancadas e viam o jogo, pacatamente. Havia por vezes alguns azedumes, que acabavam nuns encontrões, que facilmente eram sanados pelos outros adeptos que se encontravam próximo. Raramente era necessária a intervenção da Polícia.

Vereador de Caminha chamado à Judiciária

O Minho Digital soube, através de fontes fidedignas, que o vereador caminhense do PS, Rui Fernandes, foi ouvido esta semana na Polícia Judiciária de Braga. Este vereador assumiu funções no ano passado, após a demissão da vereador Ana São João (também eleita pelo PS) e tem a seu cargo o pelouro da Educação e Transportes.

Policialmente - Câmaras de Vigilância

1

Vitor Bandeira

Inspector-Chefe (aposentado) da Polícia Judiciária

Julgo, que nesta Coluna de Opinião, nunca abordámos o tema da utilização de câmaras de vigilância em locais públicos ou privados. 

Sistema de videovigilância ilegal em Freixieiro de Soutelo

2A Junta de Freguesia (JF) de Freixieiro de Soutelo, concelho de Viana do Castelo, instalou um sistema presumivelmente ilegal de videovigilância na sua sede. A GNR já foi ao local e instaurou o respectivo auto de notícia que de imediato foi reencaminhado para as entidades competentes.

Edil de Ponte da Barca quer ver revogada a reorganização do sistema judiciário

O presidente da Câmara Municipal de Ponte Barca reuniu-se, recentemente, com a Ministra da Justiça para debater a reversão das decisões que o anterior governo tomou relativas à reorganização do sistema judiciário, alegando que esta reforma piorou o funcionamento do sistema judicial.

Detido o indivíduo suspeito de ter ateado fogo a casa devoluta nos Arcos de Valdevez

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga anunciou, em comunicado, a detenção de um indivíduo que é “fortemente suspeito” de ter incendiado uma casa devoluta no passado dia 25 de abril, por volta das 21.10, na vila de Arcos de Valdevez. O fogo lavrou num imóvel que está nas cercanias do Bar/Discoteca Azenha Club.

Policialmente: "Serviços secretos temem sequestro maciço em centro comercial"

1

Vitor Bandeira

Inspector-chefe da Polícia Judiciária (aposentado)

Após os últimos atentados terroristas na Europa, vários têm sido os especialistas em terrorismo jiadista a opinarem sobre esta matéria, realçamos algumas passagens da entrevista a Ignacio Cembrero, jornalista espanhol e autor do livro “ La España de Alá”.

Limites de Soajo e Cabana Maior vão ser disputados em tribunal

Está à vista uma batalha judicial por causa das fronteiras. “A Junta de Freguesia de Soajo vai ter de pôr em tribunal a Junta de Cabana Maior para fazer a divisão da freguesia, que não se faz de outra maneira, sem ser no tribunal, pois há documentação de um lado e de outro. O que o tribunal decidir é o que se vai fazer”, atalhou Manuel Gomes Capela, presidente da Junta de Soajo, na Assembleia de Freguesia, que se realizou no passado sábado, 16 de abril.

Mulher à frente do Destacamento Territorial de Arcos de Valdevez

Maria Luísa Faria Peixoto, capitão de Infantaria, foi nomeada para o “exercício efetivo” de comando da GNR no Destacamento Territorial de Arcos de Valdevez, substituindo, desde o passado dia 18 de abril, o capitão de Infantaria Ricardo Filipe da Silva Cortinhas, que passou a desempenhar as funções de chefe da Secção de Recursos Logísticos e Financeiros deste Comando.

Páginas

Subscreva RSS - Justiça